Deístas


QUEM SÃO OS DEÍSTAS?

Para chegar a Deus não se precisa ir à igreja, mas à razão. (Voltaire)

  Os deístas não acreditam em um Deus como apregoam as religiões, nem mesmo acreditam que as religiões possam estar certas quanto a se dizerem conhecedoras da Palavra de Deus, ou da maneira como Deus quer que nós ajamos moralmente. Não há quaisquer comprovações científicas da veracidade de tais argumentos. Como meio de investigação para comprovações metafísicas, os deístas tendem a aceitar totalmente a lógica para tal. Logo, para os deístas, as religiões são apenas invenções humanas.

  O deísta acredita que a própria estrutura do universo, tão complexa como é, é a prova de que existe um Deus criador, entretanto é importante ressaltar que o deísmo permite aos seus seguidores uma livre interpretação disso. Para alguns deístas, por exemplo, Deus pode ser um ser transcendental criador das coisas, para outros pode ser uma força completamente neutra, não pensante, não sobrenatural, que gera e mantém o universo.

  O Deísmo pretende enfrentar a questão da existência de Deus, através da razão, em lugar dos elementos comuns das religiões teístas tais como a "revelação divina", os dogmas, e a tradição. Os deístas geralmente questionam as religiões e seu(s) deus(es) dito(s) "revelado(s)", argumentando que Deus é o criador do mundo, mas que não intervém, nos afazeres do mesmo, embora esta posição não seja estritamente parte da filosofia deísta. Para os deístas, Deus se revela através da ciência e as leis da natureza.

  Quanto a questões metafísicas, como a existência ou não de vida após a morte, cada deísta é livre para formar a sua opinião sobre isso. Podem crer, ou podem ser incertos sobre isso, achando que não dá para saber ou que ainda não foram encontradas provas que comprovassem ou desmentissem essa ideia.

  Um deísta pode ter opiniões bem diferentes de outras pessoas que acreditam em Deus, como achar que Deus não faz questão e ter o seu nome escrito com inicial maiúscula, acreditar que ele não quer ser adorado, acreditar que ele nem mesmo sabe que nós existimos etc.

  Os deístas em geral consideram que Anjos e Demônios são apenas fraquezas da mente humana que podem ser vencidas pelo raciocínio lógico; assim como não acreditam que Deus castigue ou premie as pessoas pelos seus atos, acreditando que cada um é responsável pelas atitudes que toma e suas consequências, não castigando pessoas homossexuais, que usam tatuagens, roqueiros e outros.

  Deístas não tem religião, e acreditam em uma divindade não interferente (ou não mais interferente), criador ou não do universo. Voltaire, filósofo francês, foi um deísta, acreditava que para chegar a Deus não se precisa ir à igreja, mas à razão.


LISTA DE PERSONALIDADES DEÍSTAS:

  Esta é uma lista parcial de pessoas que foram categorizadas como deístas, a crença em Deus baseada apenas na religião natural, ou na crença de verdades religiosas descobertas pelos indivíduos através do processo de raciocínio, independente de qualquer revelação mediante a escrituras ou livros tidos como "sagrados" ou profetas. Elas foram selecionadas por sua influência sobre o deísmo, ou devido a sua fama em outras áreas.

Adam Smith (1723 – 1790), Filósofo e economista escocês, considerado o pai da economia moderna.

Antony Flew (1923 – ), Proeminente filósofo britânico e ex-ateu.

Benjamin Franklin (1706 – 1790), intelectual americano, um dos fundadores dos Estados Unidos da América.

Brett Gurewitz (1962 – ), guitarrista e compositor norte-americano da banda de punk rock Bad Religion.

Cicero (106 a.C. – 43 a.C.), estadista, advogado, teórico político, filósofo, e constitucionalista romano.

David Hume (1711 – 1776), Filósofo escocês, um dos principais filósofos do empirismo.

Edward Herbert (1583 – 1648), Soldado britânico, diplomata, historiador, poeta e filósofo religioso.

Elihu Palmer (1764 – 1806), Autor americano e defensor do deísmo.

Ethan Allen (1738 – 1789), revolucionário americano e líder guerrilheiro.

Frederico o Grande (1712 – 1786), Rei Prussiano da dinastia Hohenzollern.

George Washington (1732 – 1799), o primeiro presidente dos Estados Unidos da América.

Gotthold Ephraim Lessing (1729 – 1781), escritor, filósofo, dramaturgo, jornalista, e crítico de arte Alemão.

James Madison (1751 – 1836), político e o quarto presidente dos Estados Unidos da América.

J.K. Rowling (1965), autora da série de livros Harry Potter.

John Locke (1632 – 1704), influente filósofo inglês no domínio do empirismo.

John Toland (1670 – 1722), filósofo irlandês, cunhou o termo "panteísmo".

Lysander Spooner (1808 – 1887), Anarquista americano, filósofo e abolicionista.

Mark Twain (1835 – 1910), Autor e humorista americano.

Matthew Tindal (1657 – 1733), controverso autor inglês cujas obras foram influentes no pensamento iluminista.

Maximilien Robespierre (1758 – 1794), Revolucionário francês e advogado.

Moses Mendelssohn (1729 – 1786), Influente filósofo alemão.

Paul Davies (1946 – ), físico e escritor britânico.

Thomas Jefferson ((1743 - 1826), autor da Declaração de Independência, um dos Pais Fundadores dos Estados Unidos e o 3ª. presidente dos Estados Unidos.

Thomas Paine (1737 – 1809), panfletário, revolucionário, radical, inventor, e intelectual inglês.

Victor Hugo (1802 – 1885), Escritor, artista, ativista e estadista francês.

Voltaire (1694 – 1778), escritor do Iluminismo e filósofo francês.

William Hogarth (1697 – 1764), pintor inglês, artista plástico e cartunista pioneiro.

--------------

Fonte:
The Times obituary of Adam Smith
Atheist Becomes Theist - Biola News and communications
The Autobiography of Benjamin Franklin