sábado, 14 de janeiro de 2017

DIFERENÇAS ENTRE DEÍSMO E TEÍSMO

Ambos os grupos acreditam em Deus, apesar disso, não podemos confundir o deísmo com o teísmo.

Deísmo
O deísmo é uma corrente filosófica que reconhece a existência de Deus através da razão e do livre pensamento, em vez dos elementos comuns das religiões organizadas que seguem revelações e tradições. Os adeptos do deísmo acreditam em Deus, mas não praticam nenhuma religião, comumente deístas acreditam que Deus é impessoal e não interfere no universo. Os deístas não aceitam revelações, e normalmente se recusam a acreditar em eventos sobrenaturais, milagres, profecias e livros sagrados. 

Com relação às religiões que acreditam em revelações divinas e têm livros sagrados, geralmente os deístas consideram como uma invenção de outros homens, não como fontes de conhecimento sobre Deus, uma vez que não existe qualquer evidência científica da verdade destes argumentos.


Teísmo
O teísmo é uma doutrina inclinada ao fideísmo, caracterizado por afirmar a existência pessoal de Deus ou deuses, e sua ação providencial no universo, fazendo oposição ao ateísmo e o deísmo. Comumente os teístas acreditam em eventos sobrenaturais, profecias, revelações e livros sagrados. Algumas religiões são teístas, por exemplo, o cristianismo, judaísmo, hinduísmo e outros.
O teísmo pode ser dividido em, Monoteísmo (crença em um único Deus), Politeísmo (crença em vários deuses) e Henoteísmo (crença em vários deuses, com um supremo).
Entre os teístas, além das revelações procedentes de livros sagrados, muitos argumentam que também pode-se conhecer Deus através da natureza e suas criações.

---------------

Por: George Filho




Nenhum comentário: