domingo, 26 de junho de 2016

A AUTOCORREÇÃO

Há tantas misérias, há tantas infelicidades no mundo provenientes da ignorância, da falta de senso, de critério que a muito custo se pode fazer compreender às criaturas que a vida na Terra seria muito melhor se dessem trato à inteligência e ao raciocínio. Não basta ser crente ou descrente, nem ser indiferente, é preciso ter esclarecimento [...], e saiba dar valor ao pensamento. Esclarecido o ser, saberá exercer predomínio sobre si mesmo, controle para viver como criatura humana sensata e cordata. Há entre as criaturas humanas mais animalidade do que espiritualidade; cuida-se muito da matéria, vive-se muito mais para ela do que para o espírito.

Os bons sentimentos, os sentimentos elevados e dignos, aqueles que partem do espírito e que são, por conseguinte, superiores, esses não têm valor para aqueles que só visam ao seu interesse; todo aquele que apenas quer a satisfação do seu "eu" passa a ser uma criatura sem valor; aquilo que requer renúncia, sofrimento, sacrifício não tem valor, não tem merecimento, não pertence à época, não é deste mundo, porque entendem os materialistas que aqui só se pode viver sem nenhuma elevação moral ou espiritual. No entanto, a humanidade seria bem outra, se todos os seres tivessem um pouco mais de sentimento espiritual, sentimento que se revela nos atos, nos sacrifícios, na renúncia, em tudo enfim que eleva e dignifica.

Todos vivem, comem, dormem, praticam atos comuns, mas tudo isso sem o menor vislumbre de sentimento fraternal. As misérias morais e materiais do mundo, as infelicidades que se observam nas criaturas desapareceriam se fossem menos materializadas as suas idéias, a sua forma de ver a vida. [...]

Há muito que outra coisa não se faz que não seja ensinar a humanidade a viver. Viver é uma arte que todos devem cultivar. É uma ciência que todos devem estudar. O homem não pode viver como vive o animal. Ele pensa, ele tem inteligência, para só fazer aquilo que pensa para o bem ou para o mal. A vida na Terra seria bem mais dolorosa para todos se não existissem aqueles que pugnam pela verdade, pela moral e pela superiorização dos atos da vida. [...] A vida se tornará suave no dia em que todos souberem cumprir os seus deveres, no dia em que todos se tolerarem como seres ligados à mesma fonte de origem [...].

Saibam pensar, saibam elevar o pensamento sempre, pois, esse é o caminho para poderem bem viver. É no pensamento que está a defesa da criatura; é o pensamento são e forte que serve da guia na vida; ele elucida, eleva, ajuda a viver e a vencer. É pensando com elevação, agindo como criatura esclarecida que se consegue vencer os obstáculos, as dificuldades que surgem pela frente. É com pensamentos elevados que se afugenta a fraqueza, a dúvida e a vacilação e se consegue vencer as dificuldades. 

Saber pensar é o dever de toda criatura esclarecida. É no pensamento que está o segredo de todo o êxito, e, para ter êxito, a criatura deve saber pensar, pois, pelo pensamento, afugenta o mal e atrai o bem, não se esqueçam nunca disso. Não alimentem pensamentos que não sejam sãos, elevados, fortes e dignos.

--------------------

Autor: Luiz de Mattos



Nenhum comentário: